Blog

Casa de Noca e Meu Copo Eco - espaço multicultural onde a sustentabilidade tem presença garantida

Casa de Noca e Meu Copo Eco - espaço multicultural onde a sustentabilidade tem presença garantida
Uma ideia que deu certo

Imagine um ambiente cultural, em que  artistas e bandas independentes dos mais variados estilos pudessem subir no palco e produzir e divulgar o que sabem, transformando um lugar em um catalisador de arte e vontade de fazer diferente. Imaginou? Pois esse lugar existe, e se chama Casa de Noca.



 



A Casa de Noca é um espaço localizado na Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição na linda e jovem Florianópolis. Com nascimento em 2011, essa casa se desenvolveu a partir da ambição de um grupo de quatro integrantes gestores, formado por Renato Zetehaku Araújo, Rafael Matheus Custódio Ribeiro, Rafael Rodrigues e Wesley Rocha de Paula. Cada um deles com vidas e formações profissionais distintas, porém com um fato comum: uma paixão indescritível por arte e música. A ideia era prezar pela qualidade artística e musical, proporcionando eventos com experiência única e que, segundo Rafael Rodrigues “que as festas fossem aquelas que gostaríamos de frequentar”.

Com início em 2011, a história da Casa de Noca começou a partir de uma festa, com nome - nada intencional - de Revolução Cultural. O principal objetivo era dar espaço para manifestações artísticas independentes divulgarem seu trabalho para a comunidade e para o grande público de turistas da região. Entretanto, o negócio deu tão certo que mais do que ser uma referência turística, a Casa de Noca tornou-se um ponto de encontro da população com a produção artística e independente local. Sendo hoje, um destino indicado àqueles que querem curtir a noite catarinense, com muita música boa e ricas trocas culturais.

MCE e Casa de NocaDesde seu início, os gestores optaram por uma programação múltipla. Nada de um estilo fechado! A ideia realmente era dar oportunidade para os mais variados estilos, e assim tornar a Casa de Noca o lugar certo para quem quisesse divulgar seu trabalho. Levando a sério o seu nome, Casa de Noca, é uma expressão usada em algumas regiões do país, que significa um lugar para exercer a liberdade, para permitir - nesse caso, explorar a liberdade da arte e das inúmeras possibilidades que existem em juntar estilos heterogêneos em um único ambiente. Dessa maneira, hoje a casa conta com um mosaico de atividades, durante o ano inteiro, com bandas e artistas bem distintos, agradando a todas as “tribos” e fazendo com que esse “quebra-cabeça” cultural traga diversos públicos, gerando trocas de experiência e acrescentando mais cultura a esse espaço multigênero.  

 

A Meu Copo Eco também está aqui

Percebendo a atmosfera cosmopolita e transformadora desse ambiente, foi que a Meu Copo Eco ganhou espaço. Partindo do conceito de evento limpo, a MCE foi inserida na Casa de Noca como, não apenas uma forma de gerar economia no orçamento da casa, mas também agregar ao valor inovador e catalisador de boas relações e práticas no ambiente cultural e social. Assim, há aproximadamente um ano, a MCE também faz parte desse espaço disseminador de arte e cultura.

É importante ressaltar que a presença da Meu Copo Eco na Casa de Noca contribui de diversas formas para o desenvolvimento positivo do negócio local. Em primeiro lugar, por proporcionar eventos limpos, resultando em lixo zero - uma das práticas principais da MCE - que contribui para a redução de resíduos do negócio e consequentemente ajuda na preservação do meio ambiente. Além disso, através do uso dos materiais da MCE, a redução de custos é atingida, tendo em vista que os gastos com copos descartáveis seriam comprovadamente maiores e com um ciclo de vida muito menor. Só no ano passado, foi evitado o desperdício de cerca de 57.600 descartáveis. Imagine que os eventos por lá são diários. Se pensarmos nos gastos que cada produção e execução necessita, é simples compreender o quanto a utilização da MCE é viável e positiva para esse empreendimento. Lá o conceito caução, no qual cada cliente paga um valor de R$5 pelo copo, que pode ser devolvido no final recebendo de volta o valor, ou guardado de recordação, abordado pela MCE funciona muito bem. Além disso, quem já possui um copinho em casa pode levá-lo para ser reutilizado na festa.

A cada evento realizado pela Casa de Noca, mais o público entende o quanto essas práticas são importantes e fazem a diferença. A MCE também realiza o processo de higienização desses copos, proporcionando a reutilização daqueles que restaram na casa após um evento.

Além das contribuições econômicas e ambientais, o uso do conceito MCE dentro de um espaço como a Casa de Noca, é uma oportunidade para criar e/ou consolidar uma imagem de marca:  além de ser um espaço multicultural, também é um negócio que colabora para um mundo mais sustentável, possibilitando uma educação ambiental para seu público.

E se não bastasse todos esses pontos positivos, por aqui ainda existe mais um aspecto vantajoso para a utilização da MCE: artistas locais têm a oportunidade de ter seu trabalho presente nos copos, gerando assim um fortalecimento da marca e uma verdadeira inserção da experiência Meu Copo Eco na Casa de Noca.

 

Multicultural e sustentável: o lugar perfeito para a MCE

Dessa maneira, ambos negócios são beneficiados. A Casa de Noca cresce, em seu caráter artístico e de negócio com ideias e práticas que dão força para sua economia, para um mundo mais sustentável e de distintas culturas. E a Meu Copo Eco segue seu ideal de trabalhar com negócios que acreditam que a transformação do mundo se dá em pequenos atos, e que a prática de eventos limpos é sim uma maneira de atingir essas mudanças. Estar presente em um ambiente assim, proporciona atingir e educar públicos muito diferentes, multiplicando as chances de contribuição ambiental.

Que tal ser também um negócio transformador e sustentável? Fale com a MCE e descubra de que maneira o conceito de evento limpo pode fazer parte e inovar a sua empresa. Clique aqui e saiba como.

 

Fonte de referência: Diario Catarinense




Outras matérias